CTAlmada
HOME
Produções Estrangeiras
Produções Portuguesas
Exposições
Colóquios
Actos complementares
Música

ZERO DEGREES
de Akram Khan e Sidi Larbi | DANÇA
em co-apresentação com o Centro Cultural De Belém

LES BALLETS C DE LA B & AKRAM KHAN COMPANY
ENCENAÇÃO DE AKRAM KHAN E SIDI LARBI
REINO-UNIDO E BÉLGICA

CO-PRODUÇÃO: SADLER’S WELLS LONDON, THÉÂTRE DE LA VILLE PARIS, DESINGEL ANTWERPEN, KUNSTENCENTRUM VOORUIT GENT, HEBBEL THEATER BERLIN, TANZHAUS NRW DÜSSELDORF, SCHOUWBURG AMSTERDAM, TEATRO COMUNALE DI FERRARA, TORINODANZA, WEXNER CENTER FOR THE ARTS OHIO, NATIONAL ARTS CENTRE OTTAWA, LES GRANDES TRAVERSÉES BORDEAUX

PRODUÇÕES ESTRANGEIRAS


ZERO DEGREES
ZERO DEGREES

ZERO DEGREES
ZERO DEGREES

ZERO DEGREES
ZERO DEGREES

ZERO DEGREES
ZERO DEGREES

Voltar atrás...


Akram Khan e Sidi Larbi conheceram-se em 2000 e rapidamente descobriram fortes semelhanças: eram ambos filhos de famílias islâmicas a viverem na Europa e, muito embora cada um tenha desenvolvido a sua linguagem de movimento, esse encontro de culturas foi tema permanente nos seus trabalhos.

Zero Degrees obrigou estes artistas a uma viagem em busca do ponto de referência, da fonte, do “Zero”, do núcleo da vida. Inspirados nas suas duplas identidades os dois procuram este ponto central através de opostos como a vida/morte, claro/escuro, ordem/caos.

Este trabalho acontece na presença de uma escultura do artista britânico Antony Gormley e da música do compositor Nitin Sawhney, cujo som celebra o encontro entre o Ocidente e o Oriente.

A peça Bearing, da autoria de Antony Gormley, pertencente à Colecção Berardo, será exposta nos dias 5 e 6 de Julho no Foyer do Grande Auditório.

Sidi Larbi e Akram Khan
Sidi Larbi nasceu em 1976 em Antuérpia e estudou dança na escola de Anne Teresa de Keersmaeker, integrando a partir de 1995 a companhia Les Ballets C. de la B., de Alain Platel. A sua primeira coreografia, Rien de Rien, realizou uma digressão europeia (tendo sido apresentada no P.O.N.T.I. - Porto) e obteve o prémio para Melhor Jovem Coreógrafo dos Nijinski Awards de Monte Carlo. Sidi Larbi participou no festival de Avignon em 2002 (com it) e em 2004 (com Tempus Fugit). Em 2002 apresentou ainda D’avant na Schaubühne Am Lehniner Platz, de Berlim. A sua última coreografia, Loin, foi apresentada em 2005 no Ballet du Grand Théâtre de Genebra.
Akram Khan é um coreógrafo/bailarino de topo da cena inglesa, distinguindo-se pela convergência que efectua entre a sua formação europeia contemporânea e o Kathak, um género clássico indiano. Tendo actuado um pouco por todo o mundo ainda bastante jovem, participou no The Jungle Book, dirigido por Pandit Ravi Shankar, e no Mahabharata, de Peter Brook.

Em 2002 Akram Khan recebeu os prémios de Melhor Jovem Coreógrafo atribuídos pelo Dance Critics’ Circle e pela revista Time Out. Recebeu ainda o prémio de Melhor Coreografia atribuído pela Fundação Jerwood, e o prémio de Melhor Coreografia Moderna 2003 pelo Dance Critics’ Circle. Em 2004 foi-lhe atribuído o Doutoramento Honorário em Artes, pela Universidade de De Montfort, pelo seu contributo para a comunidade artística britânica.

Interpretação Akram Khan e Sidi Larbi
Dramaturgia Guy Cools
Música Nitin Sawhney
Escultura Antony Gormley


21h00 Quarta 5
21h00 Quinta 6


Língua inglês (legendado em português)
Duração 1h10


(Zero Graus)


BILHETEIRA

Imprimir   Imprimir