CTAlmada
HOME
Produções Estrangeiras
Produções Portuguesas
Exposições
Colóquios
Actos complementares
Música

LA MIRADA DEL AVESTRUZ
de Tino Fernández | DANÇA
em colaboração com o Celcit

L’EXPLOSE
COREOGRAFIA E ENCENAÇÃO DE TINO FERNÁNDEZ
ESPECTÁCULO DE HONRA 2006
COLÔMBIA

PRODUÇÕES ESTRANGEIRAS


LA MIRADA DEL AVESTRUZ
LA MIRADA DEL AVESTRUZ

LA MIRADA DEL AVESTRUZ
LA MIRADA DEL AVESTRUZ

Voltar atrás...


Nove personagens sem nome, com histórias próximas e estranhas ao mesmo tempo, falam-nos da sua própria marca, da sua exclusão e das suas contradições, numa peça de dança que procura reflectir sobre a realidade do país. Uma metáfora que pretende, num espaço cénico feito de terra negra, moldar sentimentos, emoções e vivências pessoais, relacionados com a evasão a que às vezes recorremos para, como a avestruz, escapar à realidade.
A metáfora que sustenta este trabalho propõe diferentes níveis de significação: o primeiro tem que ver com o olhar que todos parecemos centrar na nossa vida individual, onde nos refugiamos em consequência de um mecanismo de evasão, de sobrevivência.
Mas, o que sucede nesses espaços das vidas individuais? Aí mesmo é que estão presentes, sob formas muito subtis e profundas, os traços da violência.
O espectáculo, apresentado o ano passado em Almada, foi votado pelo público como Espectáculo de Honra de 2006.

A companhia L’Explose foi fundada por Tino Fernández em Paris e posteriormente na Colômbia, fruto de um intenso trabalho de investigação em dança contemporânea, e celebrou recentemente o seu 14º ano de actividade.
O grupo surgiu da necessidade de expressão própria, encontrando o seu caminho na ênfase do aspecto emocional, mais do que no movimento. O resultado é que na realização do seu trabalho, e através de uma energia rude e violenta, consegue expressar o seu encontro com a realidade e a recusa de codificar um imaginário íntimo numa sociedade de artifícios.
Os seus objectivos essenciais são a promoção e a divulgação da dança contemporânea. L’Explose é também um lugar de encontro de artistas de diferentes disciplinas para a realização de projectos coreográficos propostos pelo seu director.

Intérpretes Angela Bello, Wilman Romero, Paola Escobar, Vladimir Rodríguez, John Henry Gerena, Leyla Castillo, Marvel Benavides, Natália Orozco e Tino Fernández
Iluminação Humberto Hernández
Figurinos Eunice García (Canesú)
Fotografia Carlos Lema, Zoad Humar
Imagem Iván Onatra
Produção Zoad Humar
Cenografia Victor Sánchez
Vídeo Charles le Pick
Dramaturgia Juliana Reyes


22h00 Sábado 15

Duração 1h10

(O Olhar da Avestruz)


BILHETEIRA

Imprimir   Imprimir