CTAlmada
HOME
Produções Estrangeiras
Produções Portuguesas
Exposições
Colóquios
Actos complementares
Música

NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT
de João Paulo Seara Cardoso | TEATRO DE MARIONETAS
TEATRO DE MARIONETAS DO PORTO
ENCENAÇÃO DE JOÃO PAULO SEARA CARDOSO
PORTO

PRODUÇÕES PORTUGUESAS


NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT
NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT

NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT
NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT

NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT
NADA OU O SILÊNCIO DE BECKETT

Voltar atrás...


Nada ou o Silêncio de Beckett é um espectáculo construído a partir de impressões de Samuel Beckett e nasce de uma forte contaminação dos criadores e actores pelas paisagens e personagens do mundo beckettiano.
Este espectáculo é como um sonho difuso e amarelado no qual vagueamos com os Winnies, Didis, Gogos e toda essa galeria de homens e mulheres impregnados de um estranho silêncio vazio, sempre tocando ao de leve na obscuridade para nos fazer sentir, afinal, poeticamente a possibilidade de um mundo mais luminoso.
Nada ou o Silêncio de Beckett venceu os prémios de Melhor Encenador e Melhor Companhia do festival de marionetas World Festival de Praga, e colheu as seguintes reacções junto da imprensa portuguesa: “Um espectáculo notável: provavelmente um dos melhores espectáculos dirigidos por João Paulo Seara Cardoso. Indispensável ver, se possível.” (Carlos Porto, in Jornal de Letras); “É obrigatório assistir às transmutações, transfigurações, variações e desenvolvimentos que João Paulo Seara Cardoso recriou a partir do universo de Beckett.” (Manuel João Gomes, in Público); “Um espectáculo notável.” (Susana Oliveira, in Visão7).

JOÃO PAULO SEARA CARDOSO
João Paulo Seara Cardoso tem formação nos domínios da animação sócio-cultural, do teatro e do teatro de marionetas, frequentando os cursos do Institut National d`Éducation Populaire e do Institut International de la Marionnette, em França. Trabalhou com João Coimbra, Marcel Violette, Jim Henson e Lopez Barrantes. Integrou o quadro nacional de formadores do Instituto da Juventude e é professor de Interpretação do curso de Teatro no Balleteatro — Escola Profissional.
Em 1982 iniciou o estudo e divulgação do Teatro Dom Roberto, fantoches tradicionais portugueses, que efectuou já cerca de 1500 representações.
É fundador e director artístico do Teatro de Marionetas do Porto, tendo realizado várias encenações.
Com a companhia ou com espectáculos-solo actua frequentemente no estrangeiro, tendo efectuado representações em festivais e digressões em Espanha, França, Itália, Bélgica, Suíça, Irlanda, Inglaterra, Israel, Alemanha, Brasil, Polónia, Cabo Verde, República Checa e Holanda.

Intérpretes Edgard Fernandes, Sara Henriques e Sérgio Rolo
Cenografia João Paulo Seara Cardoso
Marionetas e figurinos Júlio Vanzeler
Música Roberto Neulichedl
Desenho de luz António Real Produção Mário Moutinho
Pintura de marionetas Emília Sousa
Operação de som e luz Rui Pedro Rodrigues
Assistente de produção Paula Anabela Silva
Secretária de produção Sofia Carvalho
Direcção de montagem Igor Gandra
Técnicos de construção Abílio Silva, Filipe Garcia e Vítor Silva
Confecção de figurinos Branca Elíseo
Colaboração Patrícia Falcão, Isabel Leite da Silva
Fotografia de cena Henrique Delgado
Ilustração Júlio Vanzeler


22h00 Terça 4

Língua português
Duração 1h00





BILHETEIRA

Imprimir   Imprimir