LA VERDAD | <i>A verdade</i>

Na fronteira que separa a ficção da realidade, o facto do mito, vive A verdade e, no entender de Bernardo Cappa, a própria Argentina: “Aqui, a capacidade para ficcionar e ‘argentinizar’ tudo – a política, o futebol, a medicina – é notável. Em todos os países se mente, mas é singular a ambiguidade que a forma de mentir de Buenos Aires pode assumir” . A verdade inspira-se justamente nessa tendência e nasce de uma ideia simples que – à semelhança da tenda que um dia se montou nesse “laboratório de escrita grupal” que é, para o dramaturgo e encenador, a sala de ensaios – se agigantou e ganhou forma: dois escritores decidem ir acampar, juntamente com a mulher de um deles. Durante a longa noite que passam num descampado à beira da estrada, dois homens surgem, dizendo que o seu carro avariou e que uma velha actriz, muito conhecida, precisa de chegar ao local das filmagens. A ficção começa então, lentamente, a confundir-se com a realidade. A verdade foi eleita, pelo jornal argentino La nación, uma das melhores peças de 2012.

Bernardo Cappa (n. 1969, Bahía Blanca) iniciou a sua carreira artística em 1991, primeiro como actor da Escuela Municipal de Arte Dramatico, e mais tarde, em 1996, como dramaturgo. Escreveu e encenou mais de três dezenas de peças que lhe valeram várias nomeações e prémios na Argentina, entre os quais se destacam: o Prémio do Instituto Nacional de Teatro (2000) com La continuidad del diálogo; e o Prémio para Melhor Encenação nos Prémios Teatro del Mundo (2011) com Pezones mariposa.

_____________________________________________

ENGLISH VERSION

According to Bernardo Cappa, Argentina exists in the line separating fact from fiction, and he built La verdad upon this idea: two friends go on a camping trip; during the night they spend together (sharing the tent with the wife of one of them), two strangers arrive; their car broke down and the actress inside is late to get to the film set. And then, slowly, reality and fiction start to blend.



Bernard O Capp A Compañía de Teatro

Co-apresentação: Cine-Teatro Constantino Nery de Matosinhos