CITTÀ DEL VATICANO
Logo desde o início do espectáculo, Falk Richter não esconde ao que vem: será que o Vaticano é um tema suficientemente interessante para se criar um espectáculo sobre ele? Fala-se da larga maioria de população masculina que lá vive, da ausência de crianças, do Banco, célebre pelos escândalos financeiros... para chegar ao âmago deste espectáculo: como é que a Igreja lida com a homossexualidade? Não falta texto gritado à boca de cena (em alemão, inglês e português), com e sem microfone; actores que são também bailarinos; vídeo, música, nudez e provocação. E uma boys band vaticana kitsch que chegue para descambar em confessionário: “Excita-me esta gente toda a olhar-me nesta posição”, diz um dos padres-cantores.

Falk Richter (n. 1969, Hamburgo) é um dos mais influentes autores e encenadores da sua geração. As suas peças têm sido estreadas em teatros como a Schaubühne de Berlim, a Schauspielhaus de Zurique ou o Teatro Maxim Gorki. Um dos mais recorrentes temas da sua obra é a relação entre a economia neo-liberal e a forma de vida das sociedades ocidentais – levando a sua pesquisa ao nível das relações íntimas dos cidadãos.
_____________________________________________

ENGLISH VERSION

Falk Richter and Nir de Volff unify dance and theatre in order to ask what influence, nowadays, religion has in our lives. Città del Vaticano tries to reveal what is the real significance of words such as origin and home on the globalized world we live in. The show has debuted on the last edition of Wiener Festwochen.



Schauspielhaus Wien

Apoio: Embaixada da Áustria
Co-apresentação: Teatro Nacional D. Maria II