LE VOCI<br/><i>As vozes</i>
Um apeadeiro de província, em Itália, que tanto podia situar-se na Campânia, na Sicília ou na Calábria; uma rapariga à espera de um comboio que pode ou não chegar; um misterioso chefe de estação acolitado por um ajudante – está criado o cenário de As vozes, inspirado no conto de Dino Buzzati Os dias perdidos. Neste espectáculo, que reúne a representação, o canto e a música, a Itália não é o lugar-comum, o destino turístico monumento-mar-pizza, mas um moisaco das diferentes nações e culturas que só se reuniram num mesmo país na segunda metade do século XIX. Em As vozes, um amontoado de caixas guarda memórias de pessoas com diferentes histórias, dialectos e proveniências. Anna, a jovem protagonista, encontra-se ela própria na iminência de emigrar – ou de sair da sua “zona de conforto”, como já chegou a dizer-se. A Itália é um dos belos países do Sul da Europa com dificuldade em impedir que os seus jovens partam.

O grupo Illoco Teatro formou-se em Roma, colaborando regularmente com a Universidade La Sapienza e com a Câmara Municipal. Nas suas criações realça-se um tipo de teatro que reúne o gesto, os adereços e o movimento, criando espectáculos a um tempo oníricos e comunicativos. Os textos que servem de base às suas peças são invariavelmente originais e inéditos.
_____________________________________________

ENGLISH VERSION

Based on Dino Buzzati’s The Lost Days, Le Voci puts on stage the different cultures (and dialects) that compose Italy. On a lost train station in the countryside, Anna, the protagonist, is planning to leave: to where, she doesn’t know. A bunch of boxes with voices inside tell her stories of those who have left before her.



Illoco Teatro

Apoio: Instituto Italiano de Cultura