HISTÓRIA DO CERCO DE LISBOA
Quatro companhias do teatro independente reúnem-se para uma realização rara de serviço público cultural: criar um espectáculo a partir de um romance do Prémio Nobel da Literatura português – História do Cerco de Lisboa – que será apresentado, após a estreia em Almada, em Braga, na Amadora e em Faro, num total de 37 representações. Para Ignacio García, o romance de Saramago consiste sobretudo na história de um “não”, e numa reflexão sobre os mecanismos da criação literária. Para além das personagens principais do romance, para a dramaturgia de José Gabriel Antuñano é também convocado o próprio José Saramago, que estabelece um diálogo com o revisor Raimundo, o protagonista desta história – que também é de amor.

Formado pela Real Escuela Superior de Arte Dramático de Madrid, Ignacio García foi adjunto do director artístico do Teatro Español. É director artístico do Festival Dramafest, no México, e tem desenvolvido uma carreira como encenador de teatro e ópera na Europa, na Ásia e na América Latina.

José Gabriel Antuñano é professor de Dramaturgia e Ciências Teatrais na Escola Superior de Artes Dramáticas de Castelae Leão. É membro da Associação Internacional de Críticos de Teatro e do Instituto de Teatro de Madrid. É ainda o director do Mestrado de Estudos Avançados de Teatro da Universidade Internacional de Rioja.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ENGLISH VERSION


Raimundo, a text reviewer, decides to change the history of the Siege of Lisbon adding just a word to the original text: on his version, the crusaders did not help the king conquering the city in 1147. This show is an adaptation of História do Cerco de Lisboa, a novel by José Saramago, whose work was distinguished with the Nobel Prize in Literature in 1998.



ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve
Companhia de Teatro de Almada
Companhia de Teatro de Braga e Teatro dos Aloés

Apoio: Fundação José Saramago