Companhia de Teatro de Almada

PASTÉIS DE NATA PARA BACH

dramaturgia de Pedro Proença e Teresa Gafeira
encenação de Duarte Guimarães

João Sebastião Bach abre-nos a porta de sua casa. Apresenta-nos a sua mulher, Ana Madalena, e os seus três filhos: o Guilherme, a Catarina e o João. Fala-nos da música que tem composto, na esperança de encantar as cortes e as igrejas do Sacro Império Romano-Germânico, mas também da sua habilidade para tocar um vasto conjunto de instrumentos, onde se inclui o cravo, o órgão e o violino. A sua esposa, por sua vez, anda às voltas com uma receita de pastéis de nata, uma famosa iguaria portuguesa que o marido teve ocasião de provar e que agora lamenta não poder saborear outra vez... As experiências musicais de Bach têm o seu contraponto nas tentativas culinárias de Ana Madalena – e não ficam completas sem as travessuras dos filhos de ambos e sem alguns dos maiores clássicos da música barroca.

Duarte Guimarães (n. 1978) fez o curso de Formação de Actores na Escola Superior de Teatro e Cinema, e iniciou a sua carreira profissional como actor em 1997. Desde então tem participado em várias produções do Teatro da Cornucópia e da Companhia de Teatro de Almada. O espectáculo Pastéis de nata para Bach, estreado em 2015, foi a sua primeira encenação.


Intérpretes Anabela Ribeiro, Bernardo Souto, João Farraia, Pedro Walter e Vera Santana
Cenografia e Figurinos Pedro Proença
Movimento JPB
Som Miguel Laureano
Operação de Luz e Som Paulo Horta

20 e 21 MAIO, 2017
Sáb às 16h | Dom às 11h

SALA EXPERIMENTAL | M/3 | DURAÇÃO: 50 MIN.

TEATRO PARA A INFÂNCIA


Copyright © CTAlmada 2017 todos os direitos reservados -- website by JF