Companhia de Teatro de Almada

O BARBEIRO DE SEVILHA

a partir da Ópera de Gioachino Rossini adaptação de Teresa Gafeira
encenação de Teresa Gafeira

Lindoro é um jovem conde, rico e elegante, que está perdido de amores por Rosina. Acontece que a donzela vive presa em casa do seu tutor, D. Bartolo, um médico velho e rabugento que tenciona casar-se com ela, mesmo contra a sua vontade. Com a ajuda de Fígaro, um barbeiro espertalhão e bem-disposto, Lindoro resolve enfrentar o seu inimigo. Começa por desafiá-lo para um duelo, mas depois acaba por enganá-lo, escondendo-se dentro do seu piano de cauda e convivendo longamente com a sua amada, sempre disfarçado. A récita da mais célebre das óperas de Rossini decorre assim num teatrinho de fantoches (uma miniatura da Sala Principal do TMJB, projectada pelos mesmos arquitectos que o desenharam), com os bonecos a fazerem as vezes dos cantores líricos e com os actores de carne e osso a interpretarem os técnicos do teatro.

Gioachino Rossini (1792-1868) escreveu cerca de 40 óperas, para além de música sacra, música de câmara, canções e algumas peças instrumentais. O compositor italiano estudou Canto e Harmonia em Bolonha e apresentou a sua primeira ópera em 1810. O barbeiro de Sevilha estreou em 1816 no Teatro Argentina, em Roma.


Intérpretes André Alves, Isac Graça e Vera Santana
Cenografia Manuel Graça Dias e Egas José Vieira
Bonecos e Figurinos Pedro Proença
Exec. dos Bonecos e Adereços António Canelas
Execução dos Figurinos Rosário Balbi
Operação de Luz e Som Paulo Horta

14 e 15 OUTUBRO, 2017
Sáb às 16h | Dom às 11h

SALA EXPERIMENTAL | M/3 | DURAÇÃO: 50 MIN.

TEATRO PARA A INFÂNCIA


Copyright © CTAlmada 2017 todos os direitos reservados -- website by JF